2 dicas de Teatro

Cada Dois com Seus Pobrema

Ri demais com essa peça. Mistura perfeita de texto afiado com o transbordante talento do Marcelo Médici, e a participação divertidíssima de Ricardo Rathsam.
Sob as observações hilárias do cotidiano, é possível perceber um olhar crítico e ao mesmo tempo complacente das fraquezas humanas. Nada mais humano do que o Mico-Leão gay, criação antológica de Médici. Nada mais engraçado e cruel do que as hilariantes histórias da empregada doméstica.
Médici, como fazia Chico Anysio, desaparece em cada personagem, por isso, Médici brilha em cada personagem.
Mas a melhor crítica sobre a peça vem agora. Conversei com uma pessoa, que por dever de ofício, assistiu a este espetáculo mais de 30 vezes. E ela me disse: “Dei risada todas as vezes. Todas.”
Todas quartas e quintas, às 21h, no Teatro Frei Caneca, até 26 de novembro.

Raia 30- O Musical

 

Sim, aquela menina que participou de Roque Santeiro completou 30 anos de carreira.
E Claudia Raia está comemorando esse feito de maneira bem Claudia Raia: Com alegria, brilho e muito, muito talento.
No palco, vemos alguns trechos importantes da vida de Claudia. Tudo com humor e lirismo.
E a generosidade das grandes estrelas fica evidente na escolha do elenco. E que elenco. Todos excelentes. Raia brilha e deixa brilhar. Tudo embalado em empolgantes números musicais e no texto poético de Miguel Falabella.
Mais do que uma auto-homenagem, Claudia Raia comemora a arte, os musicais, o teatro e, principalmente, a alegria de viver.
De quinta a domingo, no Theatro Net São Paulo, até 18 de outubro.

Esta entrada foi publicada em Quase resenha. Adicione o link permanente aos seus favoritos.