Bastidores da Entrevista com Lídia Aratangy

Lídia Aratangy gosta de pessoas.
Isso ficou claro na entrevista. Tanto na maneira dela falar, quanto na forma como nos tratou.
Seu vasto conhecimento nunca resvala em arrogância. Tudo que sabe está a serviço do outro.
Todos os dias, Lidia Aratangy dança uma hora por dia. Em seu consultório, fica uma barra para auxilia-la a dançar. Ali, no mesmo ambiente, convivem a psicologia e a dança, a psicóloga e a dançarina, a ciência e a arte, o possível e o sonho.
Lídia exercita a ciência de ser artista em tudo que faz.

Esta entrada foi publicada em Comentários sobre as entrevistas. Adicione o link permanente aos seus favoritos.