Sobre Matthew Shirts

Já senti raiva de Matthew Shirts.
Por alguns dias.
Quando soube que a página de crônicas da Veja São Paulo estava à procura de um titular, me ofereci.
O responsável pela revista, polidamente, me explicou que já havia contratado um cronista.
O escolhido fora o norte-americano Matthew ou Matheus Shirts.
Meus sentimentos nada nobres desapareceram quando li sua primeira crônica na Vejinha. Deliciosa.
A paz foi restabelecida entre Brasil e EUA.
Foi bom conhecer meu ex-rival.
A conversa foi agradabilíssima.

Esta entrada foi publicada em Comentários sobre as entrevistas. Adicione o link permanente aos seus favoritos.